>>> Imóveis com maior procura no mercado imobiliário.

30/04/2019

O mundo sofreu mudanças em todos os aspectos, sejam na área tecnologia, científica, relações humanas, dentre outros. Essas mudanças fizeram com que os hábitos e comportamento da sociedade passassem a ser totalmente diferentes que antes. Hoje em dia as informações são imediatas e muita coisa passou a ser prioridade. Antes víamos famílias numerosas, tínhamos mais tempo para acompanhar à vida das nossas crianças, mais tempo para o lazer... Além de tudo isso, houve aumento da criminalidade, corrupção, ameaça do desemprego e perda no poder aquisitivo da maior parte da população. Principalmente a classe média e de baixa renda vem sofrendo muito. Essas mudanças também mexeram com o mercado imobiliário, pois antes as pessoas adquiriam imóveis maiores, compravam, por exemplo, apartamentos a partir de 120m² em edifícios com 1 ou 2 apartamentos por andar; os juros bancários cobrados nas parcelas eram menores e não havia tantas despesas a pagar como hoje em dia.

Tudo isso fez com que o mercado imobiliário mudasse. As incorporadoras edificam imóveis de acordo com as necessidades atuais dos adquirentes e, também, de acordo com o poder aquisitivo do público alvo. Por esses motivos e outros mais, surgiram no mercado imóveis com áreas menores, porém com mais infraestrutura. .

A tendência atual é a escolha por imóveis mais compactos, com preços e facilidades que se adequem à capacidade de compra da maior parte da população. Com exceção aos imóveis de luxo, cuja demanda permanece quase que inalterada, os imóveis compactos são "a bola da vez".

Outros motivos que alavancam essa tendência são: casais que não querem filhos, ou se desejam, planejam no máximo até dois; pessoas solteiras que não pretendem casar, ou pessoas divorciadas, etc.

Imóveis mais procurados no momento: quitinete e apartamento com um ou dois quartos. O mundo mudou, pessoas mudaram seus comportamentos e hábitos e, acompanhando tudo isso, o mercado imobiliário se adequou.